Felicia Jennings-Winterle (diretora)

Fundadora e Diretora Educacional da Brasil em Mente.
Felicia é de São Paulo. É formada em Educação Artística – Música pela Faculdade Santa Marcelina, especialista em Educação Psicomotora pelo ISPE-GAE e especialista em musicalização infantil pela UNISA. É Mestre em Educação Musical com ênfase em Cognição pela New York University.

No Brasil, Felicia trabalhou como educadora e regência coral.
Nos EUA, fundou a Escola Ciranda Cirandinhas que hoje é parte da BEM. Felicia coordenou as aulas do projeto Brasileirinhos em parceria com o Consulado Brasileiro de NY desde seu início em 2009. É escritora dos livros Português Nosso de Cada Dia – um método para familiares e Uma história sem pé nem cabeça (co-autoria de Rosane Hirszman) e do método de alfabetização para brasileirinhos, em 3 volumes (somente à venda) Ciranda Cirandinhas Vamos Todos Ler e Escrever. Tem um artigo publicado no Harvard Language Journal, e apresentou workshops e trabalhos na Georgetown University, Harvard University e outros congressos sobre a língua portuguesa.

Luciana Lessa, PhD (diretora)

Diretora do grupo de pesquisas sobre bilinguismo e português como língua de herança da Brasil em Mente.

Luciana é de Marília, interior de SP. Ela é fonoaudióloga, formada pela UNESP/Marília. É mestre e doutora em Linguística pelo Instituto de Estudos da Linguagem, na UNICAMP. No Brasil, Luciana trabalhava como fonoaudióloga. Seu maior interesse, tanto no trabalho como nos estudos e pesquisa, sempre foi voltado ao processo de aquisição de linguagem (oral e escrita). Atualmente morando em Atlanta, seu trabalho tem se voltado para questões que envolvem o bilinguismo – com foco no Português como Língua de Herança –, e o ensino do Português nos EUA, sempre buscando valorizar a língua e cultura do Brasil. Na Brasil em Mente, Luciana é diretora do programa de pesquisa sobre o bilinguismo que envolve o POLH que a partir deste ano promoverá cursos de formação e educação continuada para professores e demais envolvidos, assim como artigos e estudos.

 

Andreia Moroni (colaboradora)

Tradutora e editora, é membro-fundador da Associação de Pais de Brasileirinhos da Catalunha (APBC), que realiza encontros de lazer e cultura e mantém o Projeto Educativo-Cultural Brasileirinhos, com aulas de português para filhos de brasileiros na Espanha. Atualmente faz doutorado em Linguística Aplicada na Unicamp, estudando o português como língua de herança nas comunidades brasileiras do exterior.