Lição 1 – Quem são e quais os papéis dos envolvidos?

shutterstock_113253880

O prazo para a conclusão dessa aula é 30 de setembro/18.

Dentre as muitas características de um idioma – suas raízes, estrutura gramatical, sintaxe, fonologia – estão aquelas que se relacionam às suas origens, história e usos. Ao longo da construção e desconstrução de estados,
as diversas línguas tornaram-se dádiva ou imposição. Movimentos migratórios, que, vale lembrar são tão antigos quanto a própria humanidade, línguas marcam identidades, culturas, marcas, mas podem também se tornar uma herança.

Uma língua de herança é aquela que é aprendida (ou convivida) na infância em meio a uma sociedade que fala em grande maioria outro idioma. Por isso, uma língua de herança é geralmente uma língua minoritária e sua conexão é familiar. Quer dizer, é usada dentro de casa e compartilhada com alguns membros da comunidade.

Quando imigrantes mudam-se e/ou têm filhos no exterior têm a escolha de ensinar-lhes a língua e a cultura na qual cresceram, podendo deixar um legado que, almeja-se, propiciará vantagens acadêmicas, socioculturais e econômicas.

O estudo sobre o contexto da transmissão e manutenção das línguas de herança seria incompleto se não incluísse profundas pesquisas e discussões sobre temáticas como identidade, cultura, aculturação, políticas linguísticas e educacionais. Nesse módulo, vamos conhecer um pouco mais sobre o panorama do português como língua de herança e, através da apresentação de colegas, entender como essa prática tem sido desenvolvida nas diversas comunidades que cada uma de nós representa.

 

ATIVIDADES:

1) Você conhece a plataforma Brasileirinhos? Essa é uma das mais antigas iniciativas da Brasil em Mente e, desde 2010, tem como missão difundir conhecimento entre pais, professores e promotores culturais sobre as temáticas bilinguismo, educação bilíngue e língua de herança. Tem mais de 2.500 visitas diárias e conta com a participação de diversos colunistas. Em 2012 foi realizada uma série de postagens sobre o papel da família e da comunidade na promoção da língua e cultura do Brasil no exterior. Leia os artigos cujos links estão a seguir.

O papel da mãe

O papel do pai

O papel dos avós

O papel da comunidade

O papel da escola

 

BEM-papeis

 

2) Assista ao documentário BraZil com S, a língua portuguesa no exterior.

 

A SUA TAREFA É:
Refletir a respeito do conteúdo do material e

1) Incluir um comentário em pelo menos 1 dos posts na Plataforma Brasileirinhos;

2) Fazer um vídeo em seu smartphone ou tablet, apresentando-se (nome, onde mora, porque mudou-se para fora do Brasil, o que faz ou pretende fazer em relação ao PLH) e contando o que achou do documentário*.
A duração deve ser de no máximo 3 minutos para podermos incluí-lo na plataforma.
O prazo de envio é 30 de setembro/18. Mande o arquivo para info@brasilemmente.org

 

*O que você achou do documentário? Como foi tocado pessoalmente? Como você acha que o mesmo pode auxiliar uma família de amigos/alunos/conhecidos? Com qual momento do documentário sua iniciativa de promoção da língua portuguesa e cultura brasileira se identifica especificamente? Destaque a relação entre o que foi escrito no blog e os depoimentos dos pais, mães, avós e promotores culturais no documentário.